PUBLICAÇÕES

Jaguar poisoning in southern Brazilian Amazonia

We have recorded jaguar Panthera onca poisoning in retaliation for livestock depredation on ranches in Southern Brazilian Amazonia. This manuscript presents anecdotal information about jaguar poisoning obtained during a systematic survey of
livestock depredation by large cats. Ranchers have applied various types of poisons to livestock carcasses in an effort to kill jaguars. In addition, non-target species have been affected, including wild and domestic animals.

Cattle depredation by puma (Puma concolor) and jaguar (Panthera onca) in Central-Western Brazil

In this study, data on cattle depredation by puma (Puma concolor) and jaguar (Panthera onca) were recorded for six years (1998–2003) in a cattle ranch in central-western Brazil. Depredation represented 18.9% of the overall cattle mortality, being predominant on calves. In biomass, kills represented 0.4% (63.8 kg/km2) of the ranch’s annual stock. In economic loss, kills represented 0.3% of the cattle stock value. Depredation was mainly associated with cattle’s age class and location along with the time of birth of calves. (...)

Conflicts with humans and conservation of large cats in Brazilian ranches

Cattle depredations by large cats were recorded by ranch-hands for six years (1998 – 2003) in the Ouro Branco ranch, central-western Brazil. The mean annual depredation by these large cats represented about 18.9% of the cattle mortality and 0.4% of the cattle stock. Depredation was not occurred at random and was mainly associated with cattle’s age class, calving seasons, and spatial location. Some of the large cats depredation (22.3%; n = 69) were checked in the field and distinguished between puma (Puma concolor) and jaguar (Panthera onca) kills( ...)

Allopreening behavior between Black Vulture (Coragyps atratus) and Southern Caracara (Caracara plancus) in the Brazilian Pantanal 

Alisamento mútuo de plumagem entre o urubu-de-cabeça-preta (Coragyps atratus) e o carcará (Caracara plancus) no Pantanal Brasileiro. O alisamento mútuo de plumagem é um comportamento mutualístico que ocorre entre as aves durante o ato de alisamento das penas, pode ser intraespecífico ou interespecífico e é, particularmente, comum quando os indivíduos convivem próximos uns dos outros. Observei por meio do método ad libitum um urubu‑da‑cabeça‑preta (Coragyps atratus) e um carcará (Caracara plancus) alisando a plumagem um do outro, (...)

Curiosity killed the bird: arbitrary hunting of Harpy Eagles (Harpia harpyja) on an agricultural frontier in southern Brazilian Amazonia 

Durante pesquisas ecológicas na fronteira agrícola do norte do Mato Grosso, foram registrados vários casos de abate de harpias Harpia harpyja por caçadores locais, motivados por simples curiosidade ou sua intolerância ao suposto perigo para suas criações domésticas. A caça arbitrária de harpias não parece ser muito freqüente, mas pode ter um impacto relativamente grande sobre as populações locais, considerando sua baixa densidade, e também para o ecossistema, por causa do papel ecológico da espécie, como um predador de topo. (...)

Conflitos causados pela predação de rebanhos domésticos por grandes felinos em comunidades quilombolas na Mata Atlântica 

 A predação de rebanhos domésticos por onças-pintadas (Panthera onca) e onças-pardas (Puma concolor) foi quantificada de 1998 a 2000 e a opinião local para resolver o conflito foi investigada em duas comunidades quilombolas na Mata Atlântica. Os responsáveis pelas propriedades foram entrevistados regularmente de maio de 2000 a janeiro de 2001. A predação foi dependente do número de animais domésticos nas propriedades, foi aparentemente seletiva e possivelmente sazonal. O prejuízo econômico foi alto quando associado com o baixo número de criações. (...)

Projeto "Onça na Montanha" no PECJ e em propriedades do entorno

Investigamos a percepção dos criadores de animais domésticos do entorno do Parque estadual de Campos do Jordão para estabelecer medidas que reduzam os ataques de grandes felinos sobre as criações domésticas. Também quantificamos a predação decorrente destes ataques e o potencial de conflito entre os entrevistados com relação à medidas possíveis a serem adotadas para estabelcer um manejo em consenso.

Game Populations and Hunting Pressure on a Rural Frontier in Southern Brazilian Amazonia

À medida que as áreas rurais da Amazônia se expandem, a pressão de caça aumenta progressivamente, resultando em drásticas reduções nas populações de muitos vertebrados de grande porte, principalmente ungulados. Neste estudo foram avaliados os efeitos da colheita em uma fronteira recém estabelecida na Amazônia meridional, Nova Bandeirantes, Mato Grosso (09º48’S, 57º51’W), através do monitoramento de 14 caçadores locais e levantamentos das populações locais de aves e mamíferos de grande porte. (...)

A Southern Extension of the Geographic Distribution of the Two-Toed Sloth 

The two species of two-toed sloths, Choloepus didactylus and C. hoffmanni, are the only extant representatives of the Megalonychidae (Adam, 1999), occurring in partial sympatry in the Andean regions and western Amazonia. Although their distributions are reasonably well-understood on a broad scale, the precise boundaries of their ranges are still unresolved. (...)

Caça em assentamento rural na Amazônia Mato-grossense

Foi investigada a atividade de caça em um assentamento rural no município de Nova Bandeirantes - MT, entre maio e novembro de 2003. O Assentamento Japuranã, com cerca de 100.000 hectares de floresta amazônica, foi criado em 1999. A caça foi avaliada por meio de entrevistas formais (n=17) e informais e pelo monitoramento quantitativo dos animais abatidos por quatorze caçadores de nove famílias. Entre os entrevistados, verificou-se que a caça de espera (n-9) é a mais praticada. (...)